Maio 10 2010

1-O ministro das Finanças abriu hoje a porta a um aumento de impostos como medida de consolidação para atingir um défice de 5,1% em 2011, o novo objectivo do Governo. O anúncio foi feito já de madrugada em Bruxelas, à margem da reunião do Ecofin. "Se [esse ajustamento] tiver de ser feito através de um aumento de impostos, temos de recorrer a uma solução dessa natureza. Não podemos recusar ou pôr de parte toda a panóplia de soluções que serão indispensáveis", afirmou Teixeira dos Santos.

 

2-Os ministros das finanças da Zona Euro aprovaram ontem um pacote de 110 mil milhões de euros destinado a resolver os problemas de dívida soberana da Grécia nos próximos três anos. Portugal vai contribuir com mais de dois mil milhões.

O ministro das Finanças, Teixeira dos Santos, explicou, à saída do encontro, em Bruxelas, que a parcela portuguesa será de 2,064 mil milhões de euros. Portugal "vai honrar" o compromisso, garantiu o governante.

 

3-Nazareno do Carmo, vereador da câmara de Ourém com o pelouro de Fátima, adiantou à Lusa que no final da última reunião de trabalho da preparação da peregrinação de Bento XVI, que reuniu 24 entidades em Fátima, os investimentos em curso situavam-se “na ordem dos 500 mil euros”.

Além da limpeza e arranjo de ruas e zonas verdes, a verba terá ainda que cobrir as despesas com o aluguer de grades de protecção para ordenação do tráfego rodoviário - cerca de 4000, metade das quais emprestadas - ou de 58 casas de banho portáteis.

“Há investimentos que estamos a fazer que não temos a certeza se iremos ter, digamos, um orçamento extra para os cobrir”, reconheceu o vereador, revelando-se, no entanto, esperançado de que a presença esta semana no concelho do secretário de Estado da Administração Local possa “trazer algumas boas notícias e algum dinheirinho extra”.

Choca-me!!!Saber que temos uma herança de milhares de portugueses a passar fome, desempregos em massa, jovens que querem começar vida e vêm-se privados de uma casa, um carro, sem condições para criar um filho, choca-me, ver que "ladram" nas mais escondidas esquinas que estamos em crise, choca-me ver esses magnatas engravatados "miarem" em comícios, nas rádios, nas TVs que estamos em crise, que temos que apertar o cinto, choca-me saber que os aumentos salariais ficam mais um ano congelados (aumentos dos operários, claro), choca-me não haver dinheiro para a educação, para a saúde, para o desporto, para a cultura, CHOCA-ME:

 

 

À Grécia milhões emprestar

Com o papa gastar meio milhão

E por fim chegar a conclusão

Que os impostos vão aumentar

 

E eu que do euro sou inímigo

E que não acredito no Vaticano

Tenho que carregar comigo

Mais "gracinha" do mesmo fulano

 

Enfim...

publicado por MiguelBeirão às 16:42

O povo parece anestesiado, não reage!O que é preciso mais, para que tomemos uma atitude que os faça perceber que afinal o povo é quem mais ordena!

Enfim...ja não há paciência
para tanta hipocrisia
gozam com a nossa intiligência
só ganha quem nada cria!

Excelente post Miguel!





Utopia das Palavras a 11 de Maio de 2010 às 23:02

mais sobre mim
PageRank
Visitas
Contador GRÁTIS
Pet Shops
pesquisar
 
blogs SAPO